//Novo órgão em Mafra

Novo órgão em Mafra

A Câmara de Mafra encomendou um novo órgão de tubos ao mestre organeiro Dinarte Machado.
Dinarte Machado foi o responsável pelo restauro dos seis órgãos do Palácio Nacional de Mafra.
O instrumento, que deverá ficar concluído este ano, destina-se não só a apoiar celebrações religiosas e eventos musicais que ocorram na Igreja de Santo André, mas também a formação e treino dos alunos do Conservatório de Música de Mafra, localizado nas imediações dessa igreja.
O órgão tem um custo de 75 mil euros, comparticipados em 50 mil euros pela autarquia e os restantes por um banco, ao abrigo do mecenato.
A Câmara Municipal de Mafra procura divulgar os órgãos históricos existentes não só no Palácio Nacional, mas também nas igrejas do Gradil, Ericeira, Livramento e Ericeira.
Mandado construir por D. João V no século XVIII, o Palácio Nacional de Mafra é detentor de seis órgãos históricos, concebidos para tocarem em conjunto, o que constitui caso único em todo o mundo.
O restauro dos órgãos, concluído em 2010 pelo mestre Dinarte Machado, foi distinguido em 2012 com o Prémio Europa Nostra, da Comissão Europeia.